quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Meio Elfos em Elgalor

“Dizem que os meio elfos sempre vivem um dilema por não saberem qual é o seu lugar, mas eu sempre soube qual era o meu lugar: onde está meu coração.”
- Astreya, a Estrela do Alvorecer

Em Elgalor, os meio elfos são física e mentalmente muito mais parecidos com os elfos do que com humanos. A maioria deles descende de elfos de prata, aqueles que melhor se relacionam com os humanos. Conhecidos entre os altos elfos de Sindhar como “meio humanos”, os meio elfos são indivíduos curiosos e ao mesmo tempo reflexivos.

Assim como os elfos, meio elfos apreciam muito a vida ao ar livre e o convívio harmônico com a natureza. Mesmo aqueles que vivem em cidades preferem comunidades menores e cidades de fronteira, pois não se sentem confortáveis dentro de grandes centros, especialmente naqueles regidos por um rígido código de leis.

Uma característica marcante dos meio elfos é que eles compartilham tanto da boa índole dos elfos quanto da natureza inquisitiva dos seres humanos, o que gera em muitos deles um forte senso de certo e errado; meio elfos criados entre os elfos do reino de Sírhion (onde são tratados como iguais) tendem a lutar pela igualdade e liberdade de todos, independente de sua raça ou origem. Aqueles criados em reinos opressores são geralmente os primeiros a se levantar e começar uma revolução.

Os meio elfos de Elgalor possuem também uma afinidade natural com a magia arcana, com a natureza e com o manejo de certas armas, como sabres, arcos e espadas longas. Cada um se empenha em desenvolver suas habilidades de acordo com um destes dons, que representam a essência élfica da sub raça a qual descendem combinada à adaptabilidade e velocidade de aprendizagem dos humanos.

MEIO ELFOS EM ELGALOR (estatísticas para D&D que substituem aquelas presentes no Livro do Jogador)

• Recebem +2 de bônus em testes de Procurar, Observar e Ouvir
• São imunes a sono
• Recebem +2 de bônus em todos os testes de Vontade contra magias de encantamento.
• Tempo de vida: Meio elfos atingem a maturidade por volta dos 30 anos, e podem viver até 350 anos.

Descendência élfica: De acordo com a sub raça a qual descendem, os meio elfos recebem certos bônus e classes favoritas:

a) Elfos de Prata: A maioria esmagadora dos meio elfos conhecidos descende dos elfos de prata, e todos partilham de um talento nato para o combate. Estes meio elfos recebem proficiência e um bônus de +1 nas jogadas de ataque feitas com as seguintes armas: espada longa, sabre, cimitarra e arco (qualquer tipo). Classes Favoritas: Guerreiro ou Clérigo.

b) Altos Elfos: Praticamente não existem meio elfos que descendam dos altos elfos, mas os pouquíssimos são arcanos muito talentosos. Estes meio elfos recebem um bônus de +2 em todos os testes de conjurador feitos para dissipar magia ou superar resistência à magia. Além disso, estes raros meio elfos vivem até os 400 anos de idade. Classes Favoritas: Mago ou Bardo.

c) Elfos Silvestres: Estes meio elfos tendem a ser mais reservados, mas extremamente dedicados à proteção da natureza, assim como seus pais de descendência élfica. Estes meio elfos recebem a habilidade Empatia Selvagem, e aqueles que já possuíam esta habilidade, recebem um bônus adicional de +4 de bônus em todos os seus testes. Classes Favoritas: Ranger ou Druida.

3 comentários:

  1. Muito Legal! Essa série de "Povos e Raças de Elgalor" tem sido bastante interessante!

    ResponderExcluir
  2. Oyama Flagelo das Feras11 de fevereiro de 2011 10:45

    Concordo com o Frodo, Esses posts trazem vida para o blog e para Elgalor.

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz que aprovem, caros amigos.

    ResponderExcluir