quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Magos em Elgalor

Em Elgalor magos são os mestres supremos da magia arcana, e conquistam este poder após longos anos de estudo. Ao contrário de feiticeiros, eles não possuem um familiar que os acompanha de perto, mas tem em seu cajado um instrumento poderoso, quase tão importante para ele quanto a espada de um guerreiro.

O cajado de um mago concentra parte de seu poder arcano, e nas mãos de seu mestre é capaz canalizar este poder de forma sutil, mas muito eficiente. Todo aprendiz ao se tornar um mago verdadeiro recebe um cajado e um grimório de seu mestre, e ambos são únicos e intransferíveis; assim, o cajado de um mago só desperta poder nas mãos de seu mestre, e de ninguém mais.

Se desejar, o mago pode transferir o poder de seu cajado para outro cajado (geralmente um cajado mágico recém adquirido) em um ritual que consome 24 horas de estudo e 1000 PO. Todos os cajados conferem a seus mestres os seguintes poderes quando empunhados:

• +2 nos testes de Concentração e Identificar Magia
• Habilidade de conjurar três magias de nível 0 sem limite de uso diário
• +1 em todos os testes de resistência para resistir a magias ou efeitos mágicos
• Raio Arcano: Através de um ataque de toque à distância e de um teste de concentração CD 15, o mago é capaz de lançar através de seu cajado um raio que causa em um alvo dano de 1d6/ cada nível de magia que o mago tenha aberto; assim, o raio arcano de um mago que tenha aberto o 3o nível de magia causa 3d6 de dano, e assim por diante. O mago pode ativar esta habilidade três vezes por dia.

Um mago que esteja sem seu cajado sofre uma penalidade de -2 em suas jogadas de iniciativa, resistências e ataques, além de perder temporariamente os poderes conferidos pelo cajado. Magos/Guerreiros podem optar por utilizar sua espada (ou qualquer arma de uma mão) como foco para seus poderes ao invés do cajado, recebendo os mesmos bônus e penalidades caso esteja sem a arma.

Se um mago for especialista em uma escola de magia, seu cajado confere ainda mais poderes, mas isto será descrito em outro pergaminho.

10 comentários:

  1. Boa matéria. Legal que tenha aproveitado a ideia dos cajados. Vai fazer algo semelhante pros feiticeiros?

    ResponderExcluir
  2. POxaaa Ai sim é MAGO. Excelente ideia pessoal, Elgalor está ficando única!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito também Odin... Magos e feiticeiros precisam ser diferenciados...

    ResponderExcluir
  4. Wow... Minha classe predileta de D&D sofrendo adições bem legais!

    O Raio Arcano usa o bônus de Concentração fornecido pela 1ª habilidade? Sempre achei Concentração uma perícia meio secundária... Contanto q o povo lá da frente faça seu trabalho, qse não pinga ataque nos magos na retaguarda. Mas, bom, é o tipo de coisa q pode salvar a vida do mago e daí do grupo todo por causa disso.

    Muito legal. Gostei bastante dessa habilidade. Mas q poderia haver um bônus mais fixo pra essa habilidade. Não um "1d6+Int" como D&D 4th, mas de repente um 1d6+Nível do mago. Pra evitar "Vc passou num teste CD 15 pra causar... 2 de dano".

    Levando em consideração q o dano é um acerto automático, também, acho q não precisaria tanto. Mas muito legal os magos mesmo. O grimório também poderia conferir benefícios, não acham?

    /me querendo ser apelão. XD

    ResponderExcluir
  5. Fico feliz que tenham gostado, nobres amigos. Como Frodo disse, magos e feiticeiros precisam mesmo ser diferenciados, e em breve escreverei um pergaminho sobre uma nova visão sobre os feiticeiros, caro J Neves IV.

    Tuas idéias me chamaram a atenção para um ponto interessante, sábio Hayashi; Minha preocupação principal com o raio arcano era não deixá-lo forte demais em níveis muito baixos, mas após ler tua reflexão (... para causar 2 pontos de dano), me dei conta de que ele ficaria completamente inútil muito cedo.

    Para resolver isso, fiz a seguinte modificação: o raio causa 1d6 de dano/ nível de magia que o mago tenha aberto. Assim, o raio arcano de uma mago que tenha aberto o 3o nível de magia causa 3d6 de dano, e assim por diante.

    Qual são vossas opiniões sobre isto?

    ResponderExcluir
  6. Achei q ficou equilibrado e coerente...

    ResponderExcluir
  7. Acho que ficou muito bacana a mudança, Odin! E adorei essa ideia de uma ligação especial entre o mago e seu cajado, dá um charme adicional a essa classe!

    ResponderExcluir
  8. Rhorvals Alhanadel, o Ciclone de Aço26 de fevereiro de 2011 16:46

    Muito bom mesmo, Odin!

    ResponderExcluir
  9. Acerto praticamente automático causando um dano lindo e usando uma Perícia q outrora era praticamente inútil. Sério, Odin. To qse chorando de emoção aqui. XD

    Ah, sim. Só pra confirmar, isso rola SEMPRE 3x/dia, certo? Independente do nível do mago? Lindo mesmo.

    Antes q me esqueça. Genialmente concebida essa abordagem do mago mais tolkieniano (com cajado ou espada) deixando-a eficaz, equilibrada e charmosa. Muito, muito legal mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Esta realmente era a idéia, Hayashi. Um mago mais próximo daquilo que vemos nos mestres Gandalf e Saruman. No caso do raio arcano, ele oferece uma boa opção de ataque, deixando o mago mais livre para preparar mais magias não combativas.

    E sim, o mago pode usar esta habilidade 3 vezes por dia, independente de seu nível de experiência.

    ResponderExcluir